Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Exames de ressonância cerebral podem detectar risco de autismo precocemente

Compartilhe:
Por REDAÇÃO em 16/02/2017 ás 11:00
autismo-news-20170216094503

Pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, dizem que autismo pode ser detectado em crianças no primeiro ano de vida, antes que qualquer sintoma comece a surgir.

Atualmente, as crianças podem ser diagnosticadas a partir dos dois anos de idade, mas, em geral, isso costuma ocorrer mais tarde.

De acordo com o levantamento, uma em cada 100 pessoas tem autismo, condição que afeta o comportamento e interação social. A pesquisa feita com 148 crianças, revelou diferenças iniciais no córtex cerebral, a parte do cérebro responsável por funções de alto nível – como linguagem por exemplo – que depois viriam a ser diagnosticadas com autismo.

Escaneamentos do cérebro de bebês, particularmente em famílias de alto risco, podem levar a um diagnóstico precoce e, consequentemente, a terapias comportamentais adequadas. Acredita-se que, a longo prazo, possam surgir também exames de DNA, aplicáveis a todas as crianças, capazes de identificar aquelas em que o risco de ter autismo é alto.

Com a descoberta, os pesquisadores afirmam ser possível prever quais crianças desenvolverão autismo com 80% de precisão. Especialistas afirmam, no entanto, que o autismo pode se manifestar de diferentes maneiras e “nenhum teste único poderia ser capaz de identificar o potencial de autismo em todas as crianças”.

Para ler mais notícias, curta a página Som 3 News no Facebook!

Deixe seu comentário: